Seta

2ª Etapa Surf Talentos Oceano 2017

A segunda etapa do Surf Talentos Oceano valeu como a quarta etapa do SC QS 2017, o ranking da Federação Catarinense de Surf, que terá 15 etapas em 2017 (quatro do Surf Talentos). O ranking atualizado será atualizado nesta segunda-feira nowww.fecasurf.com.br. 


Para o vice-presidente da Fecasurf, a competição na Guarda tem um charme especial. “Realizar um campeonato aqui é diferente, pois tem esse aspecto natural de ser necessário atravessar o rio para se chegar à praia. Dificulta um pouco a logística, mas tudo aconteceu de forma excelente. Foi mais que um sucesso”, comemorou.
Anfitrião da festa, o presidente da Associação de Surf e Preservação da Guarda, Nodin Varela também demonstrou satisfação com a etapa da Guarda. “As ondas estão alucinantes, começaram mais baixas no sábado, perfeito para as categorias iniciantes e no domingo aumentou bastante o mar. O público compareceu e o evento caiu como uma luva para a Guarda do Embaú”.


A edição da Guarda teve a presença de 101 atletas e a expectativa é que esse número aumente ainda mais para as próximas. "Realizamos um grande evento. O tempo ajudou, as ondas estavam perfeitas e o nível da competição esteve muito alto, o que mostra que o futuro do surfe no Brasil está dando as caras cada vez mais cedo", afirmou Fred Leite, organizador do evento. 


O Surf Talentos Oceano ainda terá mais duas etapas em 2017, em Balneário Camboriú e em Florianópolis, ainda com datas a serem confirmadas.


Ações de sustentabilidade e homenagem a Ricardinho


Num dos momentos mais emocionantes do fim de semana, uma grande roda de oração reuniu todos os frequentadores da praia no fim da manhã de sábado para reverenciar a memória do surfista local Ricardo dos Santos, o Ricardinho, falecido há dois anos numa tragédia que comoveu todo o mundo. A família dele esteve presente e participou da celebração, que durou cerca de dois minutos. O momento também precedeu uma ação de limpeza e conscientização.


A  #PagueSeuIngresso, realizada pelo Route em parceria com a Oceano, mobilizou a comunidade e turistas para recolher todo o lixo encontrado pelo caminho. O mote da campanha explica que a praia não cobra entrada de seus frequentadores e por isso a forma encontrada para “pagar a conta” é manter o espaço limpo e conservado. Mudas de árvores nativas também forma plantadas na região.


No domingo pela manhã, uma surpresa. Em parceria com a Paviloche, 150 picolés foram distribuídos na praia da Guarda. Cada picolé era trocado por duas latinhas ou garrafas pets vazias, que serão encaminhadas para reciclagem.